inspirações

Inspirações

Olá, terráqueos,

O post de hoje é dedicado ao tema “inspirações”. Sim, tá aí uma coisa bem complicada de se discutir e tal. Cada um tem algo que o inspira e que o faz ver o mundo como pode. Eu mesma consigo encontrar inspiração em muitas coisas, uma delas, são os livros que eu leio. Sendo assim, hoje, resolvi contar alguns dos livros que eu levo no coração como inspirações para a vida.

Uma pequena observação: Costumo avaliar meus livros em corações, de acordo com o nível de inspiração que eles me proporcionam. A nota máxima é de 5 corações (dedicada apenas aos que me fazem escrever milhões de textos sem nenhuma dificuldade).

  1. Coleção Fazendo meu Filme – Paula Pimenta
    Essa coleção tem um pedaço enorme dentro do meu coração pelo simples fato de me incentivar a correr atrás dos meus sonhos. A personagem principal, Fani, é determinada a conquistar a profissão dos sonhos e, entre trancos e barrancos, ela supera todos os típicos probleminhas adolescentes da vida. Ok, chega de spoilers.Confesso que comecei a ler o primeiro livro pelo nome da personagem ser parecido com o meu, mas, logo depois, me apaixonei perdidamente pela história. Só tenho a agradecer a grande Paula Pimenta pelo trabalho incrível que fez nessa série de livros.Nota:

    coração preto coração preto coração preto coração branco coração branco

  2. Livro O preço de uma lição – Federico Devido e Gutti Mendonça
    Ah, esse livro. Sério, não tenho nem palavras que possam descrever o tamanho do meu amor por esse livro. Juro que quando uma amiga minha recomendou esse livro eu olhei torto para ela. Na época, eu costumava ler apenas coisas da literatura estrangeira e, sim, confesso que não botei fé nenhuma por puro preconceito com a literatura brasileira (shame on me).Felizmente, escutei minha amiga e comecei a ler. Resultado: me apaixonei.Foi a primeira vez que li tudo sobre um relacionamento do ponto de vista masculino. Sensacional! A melhor parte é que as personagens do livro vivem num período de estresse pré-vestibular. Toda a montanha russa de emoções que as pessoas passam nesse período estão fielmente retratadas nele. Fico sem palavras só de pensar em pensar nessa maravilha literária.Nota:

    coração preto coração preto coração preto coração preto coração branco

     

  3. Livro A culpa é das estrelas – John Green

    Eu sei, leitor, esse livro já está mais do que manjado no mundo dos blogs, mas eu ainda não consegui superá-lo. Eu, particularmente, não teria o lido se não fosse o pedido insistente de alguém muito especial para mim. Hoje eu agradeço de coração a essa pessoa por ter me apresentado a esse livro tão amável.Apesar de todo o drama que envolve a história, o que mais me chamou a atenção nesse livro foi a forma como ele retrata a morte. Eu nunca tive que lidar com a morte de ninguém próximo e dou graças aos céus por isso, mas, esse livro, diferentemente de muitos outros, trata a morte como uma consequência da vida, algo natural. Levo ele como exemplo de inspiração, simplesmente, porque lê-lo me faz pensar em como a vida é curta e que devo aproveitar ao máximo todos os momentos e todas as pessoas que amo.Como já dizia uma música bem conhecida:

    “É preciso amar as pessoas
    Como se não houvesse amanhã
    Porque se você parar pra pensar,
    Na verdade não há”

    Nota:

    coração preto coração preto coração preto coração preto coração branco

  4. Livro P.S. Eu te amo – Cecelia Ahern
    Uma única frase expressa minha reação com esse livro: chorei rios. Sério, não existe livro que tenha me emocionado tanto quanto esse. Não sei nem o que dizer sobre ele.Simplesmente, é maravilhoso. Na verdade, eu tenho muito o que dizer, mas morro de medo de dar spoilers e arrumar inimigos na rede (rs).O que me chamou atenção nesse livro é a superação. Pronto, não vou dizer mais nada. Não posso comentar algo sem citar alguma partezinha do livro. Apenas um conselho: leiam e compre lenços (muitos).Nota:

    coração preto coração preto coração preto coração preto coração branco

  5. A menina que colecionava borboletas – Bruna Vieira

Esse livro, de todos que falei nesse post, é o mais diferente. Esse é um livro de crônicas, as crônicas de uma mente adorável que é a da Bruna Vieira. Quem me conhece sabe que sou apaixonada (por ela) pelo trabalho dessa mulher, portanto, é claro, que não faltaria um livro dela como inspiração para mim.

Pagações de  pau à parte, o livro é realmente muito inspirador. A Bruna abriu o coração dela para todos que queiram ouvir em cada uma das crônicas. Nesse livro você ri, chora e se encontra em cada palavra escrita. E, por esse motivo, esse é o único livro da lista que ganha os cinco corações da inspiração.

Nota:

coração preto coração preto coração preto coração preto coração preto 

Bom, é isso por hoje. Sei que o propósito desse post não ficou tão claro, mas me deixe explicar. Esses livros me inspiraram a fazer praticamente tudo o que eu sempre tive vontade de fazer e não fazia por medo. Eles me inspiraram a correr atrás dos meus sonhos, coisa que eu ainda estou fazendo. Sei que não tenho (ainda) nenhuma história cheia de conquistas, mas eu acredito que ainda terei.

Fiz esse post com a intenção de, talvez, fazer vocês a sentirem o frio na barriga que a motivação trás. Sei que, dentro de cada um de vocês, existe um caminho de pólvora que implora por uma faísca pequenina para poder explodir e revelar coisas maravilhosas pra esse mundo.

Espero que eu tenha tocado, pelo menos, um coraçãozinho nesse mundo de blogs. Se isso tiver acontecido, minha missão está cumprida.

 sign